segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Raramente tiro fotos das vitrines da loja, mas esta semana ta D+





Da esquerda para a direita e de cima para baixo: 12 VHS (animação original) + as 12 revistas do Spawn que equivale aos primeiros 24 números da série de linha; “Batman Ano Um” de Frank Miller; “Watchmen” completo em 2 edições de Alan Moore; “O Cavaleiro das Trevas” de Frank Miller edição definitiva com as duas séries em capa dura; Estatueta artesanal do Groo; “A Piada Mortal” de Alan Moore edição definitiva capa dura; “As Fúrias” encadernado capa dura de Mike Carey; “Valentina Assassina?” de Guido Crepax; “DC – A Nova Fronteira” vol. 1 de Darwyn Cooke; “Justiça” em 12 edições de Alex Ross e Jim Krueger; “Liberdade” em 4 edições de Frank Miller; “A Última Noite de Casanova” de Hunt Emerson; “Hulk Cinza” minissérie completa de Jeph Loeb e Tim Sale; “Eternos” minissérie completa de Neil Gaiman; “Terra X” minissérie completa de Alex Ross e Jim Krueger nos roteiros; “Demolidos Amarelo” minissérie completa de Jeph Loeb e Tim Sale; “Hulk e Wolverine: Seis Horas” minissérie completa com capa de Simon Bisley; “Homem-Aranha Azul” minissérie completa de Jeph Loeb e Tim Sale; “Nick Fury VS S.H.I.E.L.D.” minissérie completa em 6 edições de Bob Harras; “Gavião Negro” minissérie completa de Timothy Truman e por final “Os Caçadores” minissérie complete de Mike Grell.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A última noite de Casanova






































Nem mesmo pouco antes de morrer o grande amante Casanova pretende parar com suas conquistas. Aos 73 anos, ele quer provar que continua tão sedutor quanto antes. Para isso, arma um plano mirabolante contado pelo talentoso Hunt Emerson com muito bom humor. Ao longo da narrativa, Casanova relembra as antigas paixões de sua vida. São episódios divertidos e cheios de sensualidade.

Para esta graphic novel, considerada como um dos melhores trabalhos de Hunt, ele buscou inspiração no livro de memórias Minha Vida e no filme Casanova, de Fellini. A obra garantiu-lhe o prêmio de Melhor Álbum de Quadrinhos dado pela Comics Creators Guild da Inglaterra. E uma das páginas originais está exposta na Biblioteca Nacional da França. 

Hunt Emerson é uma referência quando se trata de quadrinhos. Publicando histórias desde a década de 70, foi considerado um dos Maiores Mestres Europeus dos Quadrinhos do Século XX pelo Centre National de la Bande Dessinée et de l`Image, da França.

Aventurou-se no mundo dos quadrinhos por influência das histórias de Krazy Cat e dos quadrinhos underground de Robert Crumb e Gilbert Shelton. Nascido em Newcastle, Hunt ajudou a caracterizar a imagem punk e new age na Inglaterra. Ele produziu pôsteres e capas de álbuns para bandas como Sex Pistols e The Beat. ...

domingo, 6 de novembro de 2011

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Alan Moore


Alan Moore é um autor britânico de histórias em quadrinhos.

Sua infância e adolescência foram conturbadas, devido à influência da pobreza do seu meio social e da família. Quando jovem, foi expulso de uma escola conservadora e tal motivo fazia com que outras escolas que Moore quisesse estudar não o aceitassem. Com 18 anos, estava desempregado e sem nenhuma formação profissional.

Começou, porém, a... trabalhar na revista Embryo, um projeto elaborado junto com amigos. O seu convívio na área fez com que se envolvesse com o Laboratório de Artes de Northampton. Lá, conheceu Phyllis, com quem se casaria em 1974. Teve duas filhas com ela: Leah e Amber.

Alan Moore trabalhou em 1979 para a revista semanal musical Sounds. Como cartunista, escreveu e desenhou uma história de detetive chamada Roscoe Moscou, utilizando o pseudônimo "Curt Vile". Avaliando seus trabalhos, Moore concluiu que não era um bom ilustrador, o que o fez centrar seu trabalho em escrever histórias.

Suas primeiras contribuições de ficção foram para o Doctor Who Weekly e o famoso título 2000 A.D., onde elaborou várias séries populares, como D.R. & Quinch, A Balada de Halo Jones e SKIZZ.

Em seguida, Alan trabalhou para revista britânica Warrior. Nela começou a escrever duas importantes séries em quadrinhos. V de Vingança, um conto sobre a luta pela dignidade e liberdade numa Inglaterra dominada pelo fascismo, e Marvelman, conhecido nos Estados Unidos como Miracleman. Ambas as séries conferiram a Moore o título de melhor escritor de quadrinhos em 1982 e 1983 pela British Eagle Awards.

Para a DC Comics escreveu as histórias de conteúdo ecológico do Monstro do Pântano, ficando conhecido no mercado americano. Nessa sequência de histórias introduziu o personagem John Constantine, que posteriormente teria sua própria revista, Hellblazer.

Colecionador

A Livraria do Trem está buscando sempre renovar o seu espaço consolidando cada vez mais o conceito de atendimento e excelência que acreditamos. Neste sentido identificamos uma carência no mercado e investimos alto na comercialização de discos de vinil os nossos saudosos LP’s. Hoje, podemos dizer que, somos referência na região onde atuamos. É verdade, nós realmente gostamos do que fazemos... Somos apaixonados por música e por este motivo chegamos tão rapidamente neste ponto de crescimento e credibilidade. Contudo, o desejo de se reinventar faz parte do nosso processo e como com os LP’s somos tanto ou mais apaixonados por Histórias em Quadrinhos (HQ’s). E não adianta o inevitável aconteceu... Começamos o nosso trabalho com as HQ’s e contamos hoje com um acervo de mais de 10.000 revistas em quadrinhos que estão sendo catalogadas e acondicionadas em nossa loja. O nosso trabalho é de colecionador para colecionadores e muitas novidades estão por vir nos próximos meses...



Fique por perto!

Warpsmiths

"Nós somos os Warpsmiths de Hod ... nós somos o poder que não pode ser imaginado."

"Guerra Fria, Cold Warrior" é uma das minhas histórias favoritas de quadrinhos de todos os tempos e tem sido assim desde 1990. Não me pergunte para elaborar muito sobre o porquê, mas tudo sobre este conto de ficção científica bateu-me apenas para a direita. Na minha opinião, esta é a única história que rivaliza a Saga do Monstro do Pântano # 32 (outra das minhas histórias em quadrinhos favoritas). Publicado pela Eclipse Comics dos EUA, esta é uma reedição em cores da British que foi publicada originalmente na revista inglesa, em preto-e-branco, Warrior # 9 e # 10, com roteiro de Alan Moore e maravilhosamente ilustrado por Garry Leach.

No Brasil esta história foi publicada na revista Miracleman # 3 da estinta editora Tannos em 1990. A edição brasileira vem com a versão em preto e branco da revista Warrior. Aqui está a versão colorida no original a tradução já está sendo feita por nós para sair na primeira edição de um zine para download que estamos aprontando...

Fique atento!!!!!!