quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Batman – A Piada Mortal



Lançada aqui no Brasil em 1988, Batman – A Piada Mortal é quase tão importante para a vida do Homem-Morcego quanto o Cavaleiro das Trevas. Primeiro porque a história é de ninguém menos que Alan Moore que, ao lado de Frank Miller, é o roteirista mais importante da década de 80. Depois porque o desenhista é o sensacional Brian Bolland, que já tinha feito Camelot 3000 e Judge Dredd. Em Batman – A Piada Mortal, Moore mostra que o Coringa não é o único louco de plantão. A história mostra os dois arquiinimigos como seres inseparáveis. É aquela história de que um não existiria sem o outro. O “gibi” traz ainda a origem do Coringa, que é contada em flashbacks e mostra o palhação violentando e aleijando Barbara Gordon, a Batgirl. Um evento que chocou o mundo dos quadrinhos. O nível de loucura chega ao máximo no final da história, quando Batman dá risada de uma piada do Coringa. Mostrando que a loucura e a insensatez atinge também os super-heróis.




Lançamento: 1988 (Brasil) / 1987 (EUA)
Editora: Abril Jovem / DC Comics
Argumento: Alan Moore
Desenhos: Brian Bolland
Cor: John Higgins
Nº de páginas: 52