sexta-feira, 23 de abril de 2010

CIDADE BIBLIOTECA

Ponto da Leitura e Cidade Biblioteca serão lançados no São Cristóvão

A Associação de Moradores do Bairro São Cristóvão (rua Celestina Maria José de Souza, 37) foi o local escolhido pela Secretaria Municipal de Cultura para sediar, no dia 23 de abril, às 16 horas, a cerimônia de inauguração do Ponto de Leitura e o lançamento do Programa São Leopoldo - Cidade Biblioteca. A atividade contará com apresentações culturais de projetos sociais a partir das 15 horas. A data marca também as comemorações do Dia Mundial do Livro e da passagem dos três anos da aprovação da Lei Municipal do Livro no Município.

Participam da solenidade o prefeito Ary Vanazzi, o secretário da cultura Vitor Ortiz, o secretário do Orçamento Participativo, José Carlos Pereira, o diretor nacional do livro e da leitura do Ministério da Cultura, Fabiano dos Santos, e representantes da Câmara Riograndense do Livro e da Unisinos.

De acordo com a Secretaria de Cultura, o Ponto de Leitura do bairro São Cristóvão é o primeiro inaugurado no município e propiciará o fortalecimento, fomento e estímulo à leitura no local e na comunidade, com a democratização do acesso gratuito aos livros, gibis e outros materiais de leitura. A ação é um projeto do Ministério da Cultura, além de ser uma demanda conquistada através do Orçamento Participativo (OP).

CIDADE BIBLIOTECA
Já o Cidade Biblioteca é um programa municipal, em parceria com o Ministério da Cultura e apoio cultural da Livraria do Trem. A iniciativa tem por finalidade universalizar de maneira ampla, diversificada e democrática, o acesso ao livro, a leitura e a literatura no município de São Leopoldo. A iniciativa contará com investimento de R$ 526 mil.

O programa se articula através das duas principais bibliotecas da cidade: a Biblioteca Municipal Vianna Moog e a Biblioteca da Unisinos, e a uma rede de sete pontos de leitura, distribuídos em sete regiões diferentes na periferia da cidade. Tanto as bibliotecas, como os pontos de leitura, tem por objetivo geral a conservação e o incentivo a leitura dos documentos escritos, de modo a permitir a continuidade e expansão da cultura, oportunizando a todos os cidadãos a consulta e pesquisa cientifica, bem como estimular a curiosidade intelectual da comunidade.

Fonte: Site da Prefeitura de São Leopoldo - segunda-feira dia 19 de abril.
https://www.saoleopoldo.rs.gov.br/home/show_page.asp?id_SHOW_noticia=7056&user=&id_CONTEUDO=&codID_CAT=2&imgCAT=tema_prefeitura.jpg&categoria=Not%EDcias