quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Opium de Daniel Torres

OPIUM - Daniel Torres (MINI SÉRIE DE LUXO EM TRÊS EDIÇÕES) - Completa - Editora ABRIL 1990 - Formato americano: 17x26 cm.

A Obra
por Marcelo Alencar

Você pode amar os quadrinhos de Daniel Torres. Ou detestá-los. Uma coisa, porém, é certa: não há como ficar impassível diante de qualquer obra desse valenciano, leitor fanático de Hergé e Pierre Jacobs --- autores, respectivamente, de TINTIN e BLAKE & MORTIMER ---, os pais da chamada ligne claire. A tendência gráfica foi recriada nesta mini-série sob a forma de traços precisos, limpos e bem-definidos, onde a estilização dá o tom futurista ( nas cidades verticalizadas ) ou retrô ( nas vestimentas e carenagens dos automóveis flutuantes ), sem ser incoerente em momento algum. OPIUM, o Príncipe do Mal, não se vale de meios termos, como queriam as teorias de Sartre. O vilão é a própria essência da crueldade, traição, cobiça... Enfim, do mal. Ele e seus asseclas descendem diretamente dos maiores bandidos-clichês que os quadrinhos e o cinema já produziram. O visual foi compulsoriamente emprestado do gênio criminoso FU-MANCHU e da irretocável elegância de MANDRAKE, o mágico. OPIUM foge da ironia ao lugar-comum apenas num aspecto --- e aí reside um de seus méritos: o mal pode vencer. Tal qual na crua realidade, é tudo uma questão de competência. Que vença o melhor.

_________________________________

Obras Raras?
Evitamos tecer comentários sobre a raridade ou não deste item a venda. Acreditamos ser uma consideração muito subjetiva neste caso (por vezes a forma de apresentação chega a ser até enganosa, indutora de falsas expectativas). Sendo assim, deixamos a critério de você, caro colecionador a avaliação sobre a possível raridade do produto.